ÁRVORES DE NATAL

 

Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.

Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, arraigados e edificados nele, e confirmados na fé

(2 Timóteo 3:5Colossenses 2:6-7)

Pense nas imensas árvores de natal que ficam em lugares públicos. Com uma decoração atraente, elas cativam o olhar de quem passa perto. No entanto, há um grande problema com essas árvores: elas são artificiais. Embora sejam lindas e atrativas, são de matéria morta, sem vida alguma.

E quantos se parecem com elas! Tais pessoas têm uma aparência de vida piedosa e religiosa. Criadas em uma cultura cristã, frequentam lugares cristãos, cultos religiosos e fazem caridade… sem ter qualquer relacionamento com Cristo.

Após o período das festas de ano, essas árvores são jogadas fora, ou guardadas para o próximo ano. Se nossa fé é uma mera fé religiosa, somos como tais árvores. Nossa vida espiritual nada mais é que farsa. Podemos até alegar que fomos batizados ou crismados, e que casamos na igreja, mas isso continua sendo farsa. Somos apenas cristãos de aparência por causa de convenções sociais.

Porém, se conhecemos de fato o Senhor Jesus, nossa fé está enraizada nEle. Temos vida, a vida de Deus fluindo em nós. Somos como o homem descrito no Salmo 1: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará”.

Notas:

Extraído do devocional BOA SEMENTEpedidos@boasemente.com.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!