FALE O QUE DEUS LHE MANDAR FALAR

Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros...

Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus... para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém

(1 Coríntios 14:191 Pedro 4:11)

Há tempos em que uma curta frase atinge em cheio o coração, penetra a consciência e ocupa a mente. Situações assim nos convencem acima de qualquer questionamento sobre a divindade da Palavra de Deus na qual se apóia.

O grande alvo de se falar na assembléia é a edificação dos ouvintes. Isso só pode se realizar se o que for dito conseguir ser entendido. O orador tem de falar em uma linguagem inteligível e em uma voz audível. E para comunicar a vida de Deus aos seus ouvintes, ele próprio tem de ter a vida de Deus em si. Se o Senhor lhe der apenas “cinco palavras” são estas cinco palavras que o orador deve falar, e não encher os ouvidos das pessoas com dez mil palavras vindas de sua própria carne!

Sejamos simples, fervorosos e realistas. Um coração fervoroso é melhor que uma mente esperta, e um espírito quebrantado melhor que uma língua eloquente. Um genuíno desejo por Deus e pela edificação das pessoas é mais efetivo que os melhores dons espirituais sem essa motivação.

Por fim, lembremos desta regra simples: “Não procure algo para dizer, só por se sentir obrigado a dizer alguma coisa; fale porque você sente que tem algo que deva ser dito”. Que o pregador ou mestre atente diligentemente para seu ministério, que cada um cultive seu dom, que cada um ore a todo momento, e que cada filho de Deus viva na atmosfera das Escrituras. Então, suas “cinco” ou “dez mil” palavras certamente glorificarão a Cristo e edificarão os homens.

Notas:

Extraído do devocional BOA SEMENTEpedidos@boasemente.com.br

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!