O CANDIDATO

 

 

Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós

(Lucas 19:14)

“Eu teria um candidato, mas ninguém o quer.” Essa foi a resposta de um crente quando perguntado sobre em quem votaria nas eleições, já que o voto era obrigatório. E quem seria tal candidato?

É óbvio que ele falava do Senhor Jesus Cristo, o único capaz de colocar em ordem este mundo corrompido. Infelizmente, são pouquíssimos que O desejam. A prova disso é que O cravaram na cruz no passado e hoje O desprezam completamente. As consequências estão aí para todos verem: guerras, miséria, violência e crueldade, etc.

Um dia Ele reinará nesta terra. Mas antes disso Ele quer reinar em nosso coração.

O remédio para os problemas graves da humanidade não se acha em um novo regime político. Na História não se conhece nenhuma formação política que tenha sido satisfatória e justa.

A solução passa por um compromisso individual. É necessário que cada pessoa se renda ao senhorio de Cristo, entregando o coração a Ele. Então o reinado de Cristo se estabelecerá no mundo a partir de indivíduos transformados, que têm a vida e o Espírito Santo dentro deles.

Em uma eleição humana se vota nos candidatos que parecem mais adequados para assumirem o poder, porém não temos quaisquer vínculos futuros com eles. Na eleição divina é totalmente diferente. Primeiro, porque é Deus que nos escolhe. Segundo porque não há candidatos para escolhermos segundo nossas conveniências; há só Um, que não depende de nós para ter autoridade e poder. Terceiro, nosso “voto” é um compromisso integral de vida que fazemos com Ele.

Notas:

Extraído do devocional BOA SEMENTEpedidos@boasemente.com.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!